Month – Abril 2010

O reajuste que o Claudão não deu

Funcionários da Prefeitura de Itaperuna têm reclamado do reajuste salarial que deveria ter vindo desde janeiro e não veio. O Governo Federal, inclusive, aprovou um reajuste de 9% para o funcionalismo público de todo Brasil. Em Itaperuna, Claudão não pagou o reajuste e chegou a alegar que a Câmara de Vereadores ainda não havia aprovado a liberação do repasse. Só que o prefeito só enviou mensagem à Câmara de Itaperuna apenas cerca de dez dias atrás. Ainda assim, a Câmara acelerou a aprovação para que os funcionários recebessem o reajuste no salário deste mês, porém, o vereador Dilsão afirmou hoje em programa na Rádio Itaperuna que os funcionários continuam sem receber. O vereador disse ainda que pretende entrar com requerimento na próxima reunião exigindo que o prefeito pague o reajuste com efeito retroativo ao mês de janeiro. Muito justo, vereador.

Leite derramado…

Ontem comentamos sobre o Café do Trabalhador que Claudão prometeu e não deu. Alguns leitores do blog me lembraram de outra promessa: o Leve Leite que foi prometido na campanha de Claudão e até hoje, nada. A proposta seria que cada aluno da rede municipal levasse para casa um litro de leite todos os dias no final da aula. Eu ainda não soube de criança que tivesse levado para casa o tal litro de leite um dia sequer.  Sem remédio, sem aumento, sem café, sem leite… Sem esperança…

Itaperuna pode parar

A coisa não está muito boa para o Itaperuna (o time) – se bem que a Itaperuna (o município) também não está nada bem, mas essa já é outra história.  Voltando ao Itaperuna: hoje soube que o time pode estar disputando neste sábado sua última partida pela segunda divisão do Rio de Janeiro (mesmo que vença a partida, o que praticamente garantiria sua classificação para a próxima fase). O problema é financeiro.

A torcida, mais do que nunca, precisa incentivar o time que, além de enfrentar problemas causados pelo atraso de salários e duas derrotas consecutivas, terá que jogar sabendo que seus esforços de nada valerão se a diretoria não conseguir resolver seus problemas financeiros. Lamentável, já que o time está fazendo bonito no campeonato.

Fábio de Melo em Miracema

Miracema comemora mais um aniversário e dá de presente à região Noroeste o show mais desejado dos últimos tempos: Padre Fábio de Melo. O repertório do padre- cantor não se restringe à música religiosa. Ele, que se apresenta hoje, interpreta canções populares com estilo próprio, dando uma roupagem que cria sempre uma atmosfera de paz quando se ouve. Sem dúvida nenhuma, o show do Padre Fábio de Melo é a melhor atração que se poderia ter em uma exposição agropecuária nos últimos tempos. Parabéns, Miracema, pelo aniversário! Parabéns aos organizadores da festa pela excelente escolha.

Comoção e solidariedade

O caso da senhora que participou em meu programa e cuja história contei ontem aqui no blog gerou comoção. Recebemos muitas ligações de pessoas querendo, de alguma forma, prestar sua solidariedade.

Conversando hoje com esta senhora, eu insisti na necessidade dela registrar queixa contra o agressor e processá-lo por danos morais e danos à sua saúde, pois a mesma se encontra em depressão por causa do ocorrido. O caso já foi comunicado à Polícia Militar, para que outros como este sejam evitados.

E o café?

Com a proximidade do Dia do Trabalhador, me lembrei de uma promessa de governo Claudão em Itaperuna: o Café da Manhã do Trabalhador. Foi muito nobre da parte dele pensar nos trabalhadores, mas o caso é que, até hoje, não encontrei um trabalhador que saiba onde é servido o tal café. O dia 1° de Maio é a data ideal para que Claudão informe o local exato para que os trabalhadores itaperunenses não fiquem sem a refeição mais importante do dia segundo os médicos.

Festa de lançamento

Ontem foi lançada a nova logomarca da TV Itaperuna em um coquetel que reuniu diversos empresários e personalidades da sociedade, além de funcionários, apresentadores da emissora e jornalistas de diversos veículos de comunicação. O clima era de confraternização. Quero aproveitar e agradecer a todos pelas manifestações de carinho por mim, pelo meu sócio Tuffi Suaid e toda nossa equipe.

Atentado ao pudor, perseguição e assédio

Uma ouvinte hoje me contou no ar um fato que me deixou preocupado. Segundo ela, quando voltava da igreja, por volta das 21h, foi abordada na boca da Ponte da Prefeitura por um homem que estava em um bar. Ela e outras senhoras foram agredidas verbalmente e ouviram palavras de baixo calão enquanto faziam o trajeto em direção à Avenida Cardoso Moreira. A ouvinte afirma que o homem ainda ficava jogando a bicicleta em cima dela – chegando a atingir sua perna diversas vezes – e, além disso, lhe deu um soco nas costas. Esse transtorno, para não dizer situação traumática, durou até em frente à Matriz.  

Duas coisas devem ser pontuadas nesse fato:

  1. Onde estava a polícia que deveria cuidar da segurança de nossa sociedade? Em todo o trajeto essa senhora não passou por um policial que seja. Isso no Centro da cidade. Não preciso nem dizer que ela afirmou ter ligado 190 e não foi atendida.
  2. Como pode uma senhora passar por essa situação no Centro, em um momento em que, segundo ela, haviam várias pessoas na rua, e ninguém fazer nada para ajudar? Será que estamos pegando a “doença da indiferença” que atinge as grandes cidades?

Problemas se multiplicando…

O problema dos esgotos em Itaperuna já chegou ao Centro da cidade. A vítima da vez foi a Rua 10 de Maio, onde moradores reclamam de uma canaleta da rede que, por falta de manutenção, acabou obstruída. O fato tem causado inúmeros transtornos a quem mora e a quem transita por ali. Além do mau cheiro, a sujeira tem voltado para dentro de um estabelecimento comercial de grande movimento ali existente, causando prejuízos.

Um dia para homenagear, reconhecer e valorizar

Hoje recebi em meu programa na Rádio Itaperuna AM a Vânia Márcia Felix Araújo – assistente social e membro do PEP (Programa de Educação Previdenciária) Regional – e Rogério Gonçalves – membro do PEP em Itaperuna. Eles vieram esclarecer os direitos das profissionais homenageadas no dia de hoje: as empregadas domésticas. Elas fazem parte da vida e da rotina de milhares de famílias, mas nem sempre têm seus direitos reconhecidos.

Neste Dia da Empregada Doméstica, a todas o meu abraço carinhoso. São elas minhas companheiras de todos os dias nas ondas do rádio, sempre me honrando com a audiência.

Blog do Adilson Ribeiro © 2017 Frontier Theme